Espionar o Facebook faz de você miserável, diz estudo

Navegar demais no Facebook no Natal – e ver todas aquelas famílias “perfeitas” e fotos de férias – é mais provável que você fique triste do que festivo, sugere a pesquisa.
Um estudo da Universidade de Copenhague sugere que o uso excessivo de mídias sociais pode criar sentimentos de inveja.

Ele particularmente adverte sobre o impacto negativo da “espiada” nas mídias sociais sem se conectar com ninguém.
O estudo sugere fazer uma pausa no uso de mídias sociais.

O estudo de mais de 1.300 participantes, a maioria mulheres, diz que “o uso regular de redes sociais como o Facebook pode afetar negativamente o seu bem-estar emocional e satisfação com a vida”.

“Comparações sociais irrealistas”

Os pesquisadores alertam para a inveja e uma “deterioração do humor” de gastar muito tempo olhando as histórias de outras mídias sociais, induzidas por “comparações sociais irrealistas”.
Se isto sugere um retrato de horas irritáveis ​​longas sobre uma tela, deprimido pelos orgulhos e pelos bornes de outro, então os investigadores dizem que não necessita ser esta maneira.

Ativamente engajar-se na conversa e conectar-se com as pessoas nas mídias sociais parece ser uma experiência muito mais positiva, sugere o estudo, publicado na revista Cyberpsychology, Behavior and Social Networking.

Isso parece ser muito menos sombrio do que os usuários “passivos” que passam muito tempo “espreitando” em sites de redes sociais sem se envolver.
Outra abordagem para melhorar o bem-estar, diz o estudo, é parar de usar mídia social completamente durante uma semana.

Isso é se você pode resistir à tentação de olhar para todas aquelas fotos de férias de esqui.